Peter Dejong/AP
Peter Dejong/AP

Goleiro do Ajax é suspenso por um ano por doping após tomar remédio da mulher

Andre Onana recebe punição pesada, mas promete recorrer para poder voltar a jogar o quanto antes

Redação, Estadão Conteúdo

05 de fevereiro de 2021 | 11h00

O Ajax anunciou nesta sexta-feira que o goleiro camaronês Andre Onana, titular da equipe, foi suspenso por um ano por ter violado as regras antidoping da Uefa. O jogador testou positivo para a substância furosemida em exame realizado no dia 30 de outubro do ano passado, em situação fora de competição. Segundo o clube, ele teria se sentido mal e tomou o medicamento Lasimac, receitado para sua mulher.

A suspensão começa a valer a partir desta sexta-feira e se aplica a todas as atividades no futebol, nacional e internacional. A defesa de Onana e o Ajax prometem recorrer da decisão na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês). O clube esperava por uma suspensão condicional ou menor do que os 12 meses estabelecidos pela Uefa.

"Nós renunciamos explicitamente a qualquer droga que melhora o desempenho. Obviamente nós defendemos um esporte limpo. Esse é um terrível baque, para o Andre e para todos do clube. O Onana é um goleiro de alto nível, que mostrou o seu valor para o Ajax durante anos e é muito popular com os torcedores", declarou o ex-goleiro Edwin van der Sar, atualmente diretor do clube de Amsterdã.

O Comitê Disciplinar da Uefa declarou que Onana não tinha a intenção de melhorar a sua performance. Porém, com base nas regras antidoping, o atleta tem o dever de sempre garantir que nenhuma substância proibida entre em seu corpo.

Hoje com 24 anos, o goleiro foi formado nas categorias de base do Barcelona. Ele chegou ao Ajax em 2015. Desde então, conquistou uma vez o Campeonato Holandês, uma edição da Copa da Holanda e um título da Supercopa Holandesa. Ele disputou 26 jogos na atual temporada e sofreu 22 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.