JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Goleiro do Botafogo pede para equipe do Santos 'tirar o pé'

Pedido de Andrey é feito para Renato, santista que atuou na equipe carioca por três anos e saiu em maio desta temporada

O Estado de S. Paulo

17 de outubro de 2014 | 00h20

O elástico placar do Santos sobre o Botafogo, no Pacaembu, poderia ser maior, se não fosse um pedido inusitado do goleiro Andrey para o volante Renato, da equipe paulista. O arqueiro do clube carioca pediu ao ex-companheiro que a equipe santista tirasse o pé e diminuísse o ritmo nos minutos finais.

"Andrey falou para segurar, mas o pessoal é rápido lá na frente. Jogamos sério, sem brincadeira, e ele pediu para tirar o pé", confirmou o volante de 35 anos que defendeu o Botafogo até maio desta temporada.

Apesar da vantagem garantida no primeiro jogo, após vitória por 3 a 2, a equipe santista não deu chances ao Botafogo e venceu facilmente por 5 a 0, com gols de David Braz (2), Lucas Lima, Gabriel e Geuvânio. Para Edu Dracena, mesmo com a vantagem conquistada ainda no primeiro tempo, a equipe santista respeitou o adversário.

"Não fizemos firula, isso tem que ser destacado. Jogamos sério para tentar fazer mais gols, esse é o maior respeito", disse o defensor do Santos. A equipe paulista encara o Cruzeiro pela semifinal da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.