Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Goleiro do São Caetano revela ofensas em redes sociais e diz ter medo após falha

Falha do jogador no lance do primeiro gol do São Paulo contribuiu para a eliminação da equipe nas quartas do Paulistão

Estadão Conteúdo

21 de março de 2018 | 15h50

O goleiro Paes acabou se tornando o vilão do São Caetano na noite desta terça-feira, na derrota da equipe para o São Paulo por 2 a 0, no Morumbi. Uma falha do jogador no lance do primeiro gol são-paulino contribuiu para a eliminação da equipe nas quartas de final do Paulistão. Um dia depois do difícil jogo, Paes revelou ter recebido ofensas pelas redes sociais e disse estar com medo da reação de torcedores.

Com sufoco, São Paulo bate o São Caetano e se garante nas semifinais do Paulistão

"Eu me preocupo muito com a minha família. Recebi mensagens que, para mim não me deixa com medo, mas tenho medo do que possa acontecer com a minha família na rua. Minha esposa leva os meus filhos na escola todo dia. Eu sou um cara que sei me defender", disse o goleiro, em entrevista à TV Globo.

Por causa das ofensas e xingamentos que recebeu pela internet, após a eliminação, Paes disse ter cancelado sua conta nas redes sociais. "Para mim, foi muito difícil. Até agora não consegui dormir. Ontem [terça], fiquei vendo e revendo o lance e tentando entender por que isso aconteceu comigo. Venho tentando buscar força na família para dar a volta por cima. Venho recebendo mensagens da família e dos amigos", contou o jogador.

A decepção foi ainda maior para Paes porque ele sonhava com uma atuação de destaque neste mata-mata do Paulistão para ganhar uma chance numa equipe maior. "Quem me conhece sabe o quanto que eu batalhei para chegar nesse momento da carreira. Era um momento especial eu contava que tudo ia dar certo. Achei que conseguiria seguir os passos de outros goleiros, que conseguiram se destacar no Paulistão e ir para times de maior expressão. Mas infelizmente isso aconteceu comigo", lamentou.

Tudo o que sabemos sobre:
São Caetano Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.