Goleiro esloveno morre em campo

Um goleiro de esloveno de 28 anos morreu durante um treinamento na segunda-feira à noite. Nedzad Botonjc, titular do NK Ljubljana, desabou em campo e, apesar de ter sido prontamente socorrido, morreu antes que pudesse ser levado para um hospital. A causa da morte está sendo investigada e a hipótese mais provável é que tenha tido um ataque cardíaco.?Fizemos tudo o que era possível para ressuscitá-lo, mas infelizmente seu corpo não reagiu. Estamos chocados e tristes por termos visto aqui algo que está se tornando comum no futebol?, disse o presidente do clube, Marko Elsner.Ele disse que o goleiro nunca tinha apresentado nenhum problema de saúde e que estava treinando muito forte por causa da possibilidade de conseguir uma transferência para outro país europeu. Botonjc tinha 1,88 m de altura e pesava 90 quilos.A seleção da Eslôvenia, que hoje disputará um amistoso contra a República Checa, cancelou o treino que faria na segunda-feira no mesmo campo em que morreu o goleiro e hoje jogará de luto.Em junho de 2003, durante a Copa das Confederações na França, o meia camaronês Marc Vivien Foe teve um ataque cardíaco e morreu em campo durante a partida contra a Colômbia.Poucos meses depois, a cena se repetiu em Portugal. O jogador húngaro Miklos Feher, do Benfica, caiu de repente no gramado e também morreu por um problema cardíaco.A tragédia de ver a morte em campo chegou ao Brasil em outubro, quando o zagueiro Serginho, do São Caetano, morreu durante o jogo contra o São Paulo no Morumbi pelo Brasileirão.Segundo estudo feito pelo Comitê Olímpico Internacional, dois de cada 100 mil atletas entre 12 e 35 morrem do coração todo ano.

Agencia Estado,

08 de fevereiro de 2005 | 12h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.