Goleiro Felipe, do Santos, é absolvido novamente pelo STJD

O goleiro reserva Felipe, de 19 anos, foi absolvido por 5 votos a 2, nesta quarta-feira, pelo pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da acusação de doping comprovado num exame após a partida contra o Grêmio, em outubro, pelo Brasileirão do ano passado. Essa foi a segunda vez que o jogador foi absolvido pelo STJD - em 15 de janeiro, o procurador-geral Paulo Schmidt havia entrado com recurso da primeira sentença.Por causa do doping, revelado em meados de dezembro, Felipe perdeu a chance de disputar o Sul-Americano sub-20, competição em que a seleção brasileira foi campeã e garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, e no Mundial da categoria, que acontecerá no Canadá ainda neste ano. Na data da revelação do doping, o goleiro treinava com o grupo comandado pelo técnico Nelson Rodrigues e teve que ser cortado.Time com prazo de vencimentoOs bons resultados neste início de temporada dão esperança ao Santos de chegar aos títulos do Paulistão e da Libertadores. Mas o time do técnico Vanderlei Luxemburgo tem prazo de vencimento: deve durar até a abertura do mercado europeu, no meio do ano.A previsão é que o volante Maldonado e os laterais Kleber e Denis sejam negociados para cobrir o rombo nas contas de 2006. Segundo conselheiros influentes e até pessoas ligadas à diretoria, as dívidas bancárias do Santos já estariam em torno de R$ 30 milhões. Situação que se agrava a cada mês em razão de as despesas serem superiores às receitas e da falta de patrocínio da camisa.Também devem sair os meias Zé Roberto - já teria até acertado verbalmente um contrato com o Olympiakos, da Grécia, para depois de julho - e Cléber Santana, que não pertence ao clube.Esse quadro cria uma situação no mínimo curiosa: o Santos pode se tornar campeão da Libertadores e, depois, não ter um time razoável para disputar a Copa do Mundo de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.MudançaA Federação Paulista de Futebol inverteu a ordem dos jogos do Santos na 10.ª e 11.ª rodadas do Campeonato Paulista. A partida contra o Marília passou para o dia 4 de março, às 18h10, em Marília, enquanto o confronto com o Paulista, que seria no dia 4 de março, foi antecipada para o dia 25 de fevereiro, na Vila Belmiro.A alteração atendeu ao pedido do Santos, que deve retornar da Colômbia, após o jogo contra o Deportivo Pasto (marcado para o dia 22 de fevereiro, uma quinta-feira), na manhã do sábado, e sofreria um desgaste maior se tivesse que viajar à Marília para jogar no dia seguinte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.