Arquivo/AE
Arquivo/AE

Goleiro Felipe evita falar sobre seu futuro no Santos

Jogador se destacou no Brasileirão e espera continuar como titular na temporada 2010

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2009 | 17h49

Apesar da campanha irregular do Santos no Campeonato Brasileiro, o goleiro Felipe vem sendo um dos destaques da equipe nos últimos jogos. Em 18 partidas disputadas desde assumiu a meta santista, ele não sofreu gol em nove delas. Mesmo com boas atuações, o jogador preferiu evitar entrar em conflito com o técnico Vanderlei Luxemburgo ou com o experiente Fábio Costa, que volta aos gramados apenas no que vem após ser submetido a uma cirurgia no pé direito.

 

Veja também:

linkSantos rescinde o contrato com o volante Emerson

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Para mim é difícil falar se eu estou merecendo ser titular. Quem decide isso é o treinador. Eu apenas procuro fazer o meu trabalho, independentemente de ser o primeiro, o segundo ou o quarto goleiro. Procuro sempre fazer o meu melhor", comentou Felipe nesta sexta-feira.

Perguntado se merecia continuar como titular do Santos em 2010, o goleiro preferiu deixar de lado a disputa com Fábio Costa. Para ele, o foco está no atual momento do Santos no Brasileirão. "É complicado falar sobre o meu futuro. Procuro viver sempre o presente e, graças a Deus, estou vivendo um momento bom. Por isso, agora eu só penso em continuar a ajudar o Santos e depois vou pensar no ano que vem", despistou.

Confirmado como titular para a partida do próximo sábado contra o Barueri, fora de casa, Felipe prevê um jogo disputado. Segundo o goleiro, o objetivo da equipe é a vitória para seguir com chances de classificação à Libertadores.

"A gente sabe que vai ser um jogo difícil, pois é complicado enfrentar o Barueri na Arena. Mas vamos buscar a vitória que será fundamental para continuar o nosso sonho conseguir uma vaga na Libertadores", concluiu Felipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.