Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Goleiro Jefferson sofre trauma no pescoço, quebra dois dentes e dorme em hospital

Capitão do Botafogo se chocou com Lucas Paquetá no lance do segundo gol do Flamengo no clássico deste sábado

Estadão Conteúdo

22 de julho de 2018 | 06h34

O goleiro Jefferson, do Botafogo, se deu muito mal na dividida com Lucas Paquetá na jogada do segundo gol do Flamengo, já aos 7 minutos do primeiro tempo do clássico realizado na noite de sábado, no Maracanã, onde precisou ser substituído por Saulo no confronto no qual a sua equipe foi derrotada por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

+ Com início arrasador, Flamengo vence o Botafogo e se garante no topo do Brasileirão

+ Confria a tabela do Campeonato Brasileiro

+ Veja mais notícias do Campeonato Brasileiro

O Botafogo confirmou, por meio de publicação na rede social Twitter, que o jogador "sofreu trauma na região anterior do pescoço, com pequena fratura da cartilagem tireoide, e edema de cordas vocais". Para completar, o atleta ainda quebrou dois dentes no choque com o jogador flamenguista.

O clube também informou que o ídolo do time alvinegro passaria a última noite no hospital em observação, com acompanhamento de seu quadro clínico pelo coordenador médico do Botafogo, Christiano Cinelli, sendo que também seria avaliado por um otorrino que está cuidando deste caso.

Como reflexo da pancada que levou, Jefferson ainda ficou sem voz por alguns minutos, mas ele passa bem, sendo que foi submetido a uma tomografia no hospital que apontou uma pequena fratura da cartilagem tireoide, que é uma glândula localizada na região do pescoço.

Com este conjunto de problemas, o goleiro naturalmente se tornou dúvida do Botafogo para a partida contra a Chapecoense, quinta-feira, às 19h30, no Engenhão, pela 15ª rodada do Brasileirão. Não seria exagero também dizer que são boas as chances de Saulo ser confirmado como substituto para este jogo contra o time catarinense.

O paraguaio Gatito Fernández, que vinha sendo o titular da posição até se lesionar, está sem jogar desde abril, segue em recuperação de um problema no punho direito e ainda não tem previsão de voltar a jogar.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.