Ciro De Luca/ Reuters
Ciro De Luca/ Reuters

Goleiro marca nos acréscimos, Benevento empata com Milan e soma seu 1º ponto

Brignoli rouba a cena da partida após selar o histórico empate com um gol de cabeça

Redação, Estadao Conteudo

03 de dezembro de 2017 | 11h46

As atenções estavam todas voltadas para Gennaro Gattuso, que fazia sua estreia como técnico do Milan. Ninguém esperava, no entanto, que o goleiro Brignoli fosse se transformar no grande herói do domingo no futebol italiano. Em uma tentativa desesperada de dar ao Benevento seu primeiro ponto no Campeonato Nacional, o arqueiro foi para a área nos acréscimos do segundo tempo e, de cabeça, selou o histórico empate por 2 a 2 diante do adversário, em casa.

+ Lutar contra corrupção é maior que a seleção brasileira, diz Tite

O resultado ficará marcado não só por ter sido definido por um gol de goleiro, mas também por representar o primeiro ponto do Benevento na história da primeira divisão italiana. Com a pior campanha da elite em todos os tempos, o pequeno time passou as primeiras 14 rodadas sem pontuar, até a cobrança de falta de Cataldi encontrar a cabeça de Brignoli neste domingo.

O empate pouco deve alterar o destino do Benevento, lanterna, agora com um ponto, que deve voltar à segunda divisão no ano que vem. Mas a torcida comemorou ao fim do jogo como se fosse um título. Já o Milan segue seu calvário no Italiano e é o sétimo colocado, com 21 pontos.

Gattuso fez sua estreia como técnico do Milan, substituindo Vincenzo Montella, mas viu o time cometer vários dos erros já conhecidos. Diante da fragilidade do adversário, porém, a equipe conseguiu abrir o placar aos 37 minutos com Bonaventura, que aproveitou bate-rebate na área para concluir.

No segundo tempo, porém, Puscas aproveitou rebote do goleiro Donnarumma e finalizou para a rede, para empatar para o Benevento aos quatro minutos. Só que já aos 11, Bonaventura cruzou da direita e Kalinic apareceu completamente sozinho na área para recolocar os visitantes à frente.

Nem mesmo a vantagem deu a tranquilidade que o Milan esperava. Na base da vontade, o Benevento foi para cima, principalmente após a expulsão de Romagnoli, aos 30 minutos. E aos 49, quando o resultado parecia selado, Cataldi cobrou falta da esquerda. Brignoli, no desespero, foi para a área e conseguiu belo desvio para selar um resultado que não será esquecido pela torcida do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.