Goleiro Marcos reclama das chances perdidas após derrota

Um empate em casa e uma derrota nesta quarta-feira, contra a Ponte Preta. Lembranças de 2006, quando o Palmeiras estava invicto há sete rodadas e entrou crise depois de sucessivos resultados negativos. As mesmas desculpas, as velhas reclamações.?O problema foi que o time perdeu muitos gols lá na frente. Demos brecha para eles?, falou o goleiro Marcos. ?Agora não podemos ficar chateados por ter perdido a invencibilidade?, acrescentou o camisa 1 da equipe alviverde.Edmundo, que entrou na segunda etapa, saiu de campo visivelmente irritado, sem conversar com os repórteres. Falou apenas um "não sei", quando questionado se o time errou demais na partida. Ele foi um dos que falhou ao perder um gol feito aos 32 minutos, o que seria o empate da equipe do Palestra Itália.Depois da derrota desta quarta e o empate em casa com o Grêmio Barueri por 1 a 1, no último fim de semana, o Palmeiras volta a campo para tentar a reabilitação no domingo, no clássico contra o Santos, no Palestra Itália. Paulo Baier, poupado nesta quarta-feira, voltará ao time. E Edmundo deve começar como titular. Já o chileno Valdivia, suspenso, está fora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.