Goleiro morre após 10 dias em coma

O goleiro ucraniano Serhiy Perkhun, do CSKA de Moscou, morreu nesta terça-feira, 10 dias depois de entrar em coma. O goleiro desmaiou em conseqüência de um golpe que recebeu na cabeça, ao chocar-se com um adversário, durante uma partida do campeonato russo. Segundo a assessoria de imprensa do CSKA, o goleiro morreu às 5:30, hora de Moscou. Pouco antes, uma tomografia computadorizada havia revelado que o cérebro do jogador já não recebia mais o fluxo sangüíneo necessário para mantê-lo vivo. O incidente ocorreu no dia 18 de agosto, na partida entre o CSKA e o Anji Makhachkala, clubes da Primeira Divisão do futebol russo. Perkhun saiu do gol para rebater um cruzamento e bateu sua cabeça contra a cabeça do atacante Budun Budunov. Após o choque, o goleiro caiu inconsciente. Perkhun tinha 23 anos. Era casado e tinha um filho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.