Goleiro Oliver Kahn anuncia aposentadoria na seleção alemã

No dia que completou 86 partidas com a camisa da seleção alemã, o goleiro Oliver Kahn, 37, anunciou a sua aposentadoria da equipe. Neste sábado, ele atuou no ligar do titular Jens Lehmann e ajudou os donos da casa a conquistarem a terceira colocação da Copa do Mundo de 2006 após vitória por 3 a 1 sobre Portugal. "Essa foi a minha última partida internacional. Em determinado momento precisamos saber que tudo terminou", disse Kahn, eleito o melhor jogador do Mundial de 2002 ao acabar na segunda colocação do torneio - os europeus foram superados pelo Brasil, por 2 a 0. O camisa número 12 agradeceu o apoio do povo alemão e disse que sempre irá lembrar da partida deste sábado. "Foi um dos encontros com maior carga emocional para mim. Talvez tenha sido o mais importante da minha carreira. Na minha despedida da seleção, não poderia sonhar com algo melhor", disse. Ele negou ter algum problema com Jens Lehmann, que ganhou a posição no time titular pouco antes do Mundial. "O ambiente foi extraordinário, imagino o que poderia ter acontecido se tivéssemos ganho o título mundial", analisou. Kahn, que defende o local Bayern de Munique, fez a sua estréia na seleção tricampeã mundial (1954, 1974 e 1990) diante da Suíça, em 23 de junho de 1995, em Berne - os alemães venceram o jogo por 2 a 1.

Agencia Estado,

08 Julho 2006 | 18h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.