Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Goleiro Rafael entra em acordo com o Cruzeiro e deixa o clube

Principal interessado em contratar o atleta de 30 anos é justamente o rival do antigo time dele, o Atlético-MG

Redação, Estadão Conteúdo

14 de fevereiro de 2020 | 21h35

O goleiro Rafael não tem mais vínculo com o Cruzeiro. Em uma audiência na 19ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, o jogador de 30 anos fechou um acordo com o clube mineiro para rescindir o contrato e ficar livre para acertar com outra equipe.

Reserva de Fábio, o goleiro entrou com uma ação contra o Cruzeiro em 23 de janeiro, cobrando atrasos no pagamento do salário e outros vencimentos em total de quase R$ 10 milhões. As duas partes se acertaram e Rafael vai desistir do processo em troca da liberação.

O jogador esteve no Tribunal Regional do Trabalho ao lado do seu advogado, João Chiminazzo, que confirmou o acordo. O pai e o irmão de Rafael também estiveram presentes. O Cruzeiro foi representado pela advogada Fernanda Saade.

Rafael vai trocar de clube pela primeira vez na carreira. O goleiro chegou ao Cruzeiro aos 13 anos e, após atuar pelas categorias base, subiu para o profissional em 2008. Apesar de ter considerado reserva de Fábio, ele fez 112 jogos pelo clube. Foram diversos títulos, como o bicampeonato da Copa do Brasil, do Brasileirão, além de ter sido seis vezes campeão mineiro.

O principal interessado em contratar o goleiro é justamente o rival do Cruzeiro, o Atlético Mineiro. O pedido partiu do técnico Rafael Dudamel, que vê necessidade de contratar um jogador da posição, principalmente depois da venda de Cleiton para o Red Bull Bragantino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.