Goleiro Renan admite falhas em derrota do Botafogo

O Botafogo foi valente no último sábado para buscar o empate com o Vitória, no Barradão, depois de estar perdendo por 3 a 1. Mas o esforço foi em vão quando o goleiro Renan falhou e o time carioca acabou perdendo por 4 a 3, somando sua terceira derrota no Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, diferente do que muitos jogadores costumam fazer, o goleiro botafoguense não fugiu das críticas, e assumiu os erros em Salvador.

AE, Agencia Estado

22 de junho de 2009 | 21h40

"Acho que realmente tive dois erros. No segundo gol, poderia ter ido com a mão. O Roger conseguiu dar o toque e fazer o gol", explicou Renan sobre o lance em que tentou dividir a bola com o atacante do Vitória e acabou perdendo. "Falhei também no quarto gol. Vi que a bola era minha, mas por um atraso meu, o Apodi chegou e fez o gol", disse o goleiro. Na jogada, ele saiu atrasado e o lateral do time baiano se antecipou e marcou de cabeça.

As falhas de Renan renderam até uma conversa em separado com o técnico Ney Franco antes do treinamento nesta segunda. Para o goleiro, a reunião com o treinador foi positiva. "O Ney me passou confiança, sempre faz isso. Foi uma conversa bem aberta, tranquila. Ele disse que viu erros, e tem o mesmo pensamento que eu. Só com o trabalho vamos corrigir. No jogo contra o Goiás pode ser diferente", comentou, já projetando a partida do próximo sábado.

Para provar que lida bem tanto com as críticas como com os elogios, Renan citou os comentários positivos que foram feitos depois de sua atuação no empate sem gols com o Corinthians, ainda pela segunda rodada do Brasileirão. "Após a partida contra o Corinthians todos falavam que parei o Ronaldo e não fiquei batendo no peito e dizendo que eu era o melhor. Agora é da mesma forma, continuarei trabalhando para melhorar cada vez mais", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.