Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Goleiro Victor afirma que o Atlético-MG não pode mais tropeçar

'Primeira decisão será contra o Flamengo', diz o jogador sobre o duelo de domingo, no Rio

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 21h02

Um dos líderes do elenco do Atlético-MG, o goleiro Victor não quer mais tropeços da equipe nos 13 jogos finais do Campeonato Brasileiro. "É viver cada jogo, jogo a jogo, sempre uma decisão. Não adianta pensar nas últimas rodadas se, até lá, você não fizer a sua parte", disse, em entrevista coletiva nesta terça-feira, na Cidade do Galo.

Victor acredita que se a equipe somar uma sequência de vitórias vai chegar perto dos líderes, pois o Brasileirão apresenta uma irregularidade muito grande e todos os jogos são complicados. Para isso, citou como exemplo a derrota do Internacional para a Chapecoense na segunda-feira.

"O Inter, que era o líder, perdeu para um time que estava na zona de rebaixamento. Outras equipes também têm inúmeras dificuldades. A cada rodada as dificuldades aumentam. O grande segredo para se ter sucesso é conseguir manter a regularidade", disse o experiente goleiro.

O jogador afirmou que o grupo está amadurecendo durante o campeonato. "O importante é que a equipe está demonstrando uma grande evolução. Vejo que estamos construindo um elenco vitorioso e em condições de disputar o título", disse, embora o time esteja a oito pontos do primeiro colocado do Brasileirão, o São Paulo.

Victor assegurou encarar com normalidade os erros cometidos em saídas de bola no clássico de domingo com o Cruzeiro. "O Thiago (Larghi, técnico) tem uma forma de jogar e nós somos treinados para isso. Nada é feito de forma irresponsável. No domingo cometemos erros um pouco acima do normal, mas estamos trabalhando para corrigir isso."

O Atlético-MG está na sexta colocação do Brasileirão, com 42 pontos, contra 45 do Flamengo, adversário de domingo, às 16 horas, no Maracanã.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético Mineiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.