Goleiros da seleção treinam para se acostumar a bola

Os goleiros Júlio César e Doni foram os únicos jogadores da seleção brasileira a treinar nesta quinta-feira pela manhã. Eles usaram as bolas da Adidas, que vão ser usadas na partida de domingo contra o Equador, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, e já tinham sido motivo de queixa do goleiro titular, na quarta-feira.

AE, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 12h01

"A bola é rápida demais", afirmou Júlio César. Ele teme inclusive que a velocidade seja ainda maior por causa dos mais de 2.800 metros de altitude de Quito, por isso a preocupação e o treino extra. Os jogadores de linha não esconderam que apreciam a bola mais veloz. "Para quem joga na linha é melhor, porque o chute sai mais forte", explicou.

Os jogadores de linha voltam a treinar na tarde desta quinta-feira, a partir das 16 horas. Na sexta-feira, a movimentação será pela manhã, a partir das 10 horas, e viajam à tarde para o Equador - o voo está marcado para as 15 horas, do Rio, com duração prevista de cinco horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.