Gols dão novo ânimo para Vágner Love

Os dois gols marcados contra o Guarani elevaram o ânimo do atacante Vágner Love, que antes da partida dizia não estar satisfeito com seu desempenho no início de temporada. "Hoje fui feliz nas oportunidades de gols. Tive um pouquinho de sorte pois a bola sobrou para mim na hora de marcar", avaliou o jogador, que já soma quatro gols no Paulista, três a menos que o atacante Luís Fabiano, do São Paulo, e um a menos do que Sorato, do Marília. "Vamos brigar pela artilharia. Mas o mais importante é o Palmeiras conseguir as vitórias." Mas nem tudo foi motivo de alegria na vitória por 4 a 1. O goleiro Marcos machucou o dedo na jogada do gol do Guarani. "Enfiei o dedo na terra. No intervalo até achei que não daria para voltar, mas tomei uns remédios e acabei melhorando." O jogador ressaltou o fato de o time ter mostrado bom trabalho na defesa. "A única bola que chegou em mim praticamente foi a do gol." O jogador só lamentou o período de 13 dias sem jogo. "Em uma circunstância como a nossa é ruim." O técnico Jair Picerni concordou, e declarou que já está preparando a solução para o problema. "Vamos enfrentar um time japonês no sábado e, na quarta-feira, deveremos fazer um jogo-treino." Sobre a vitória, ressaltou a lentidão do time no primeiro tempo e o bom entrosamento dos jogadores que entraram durante a partida. Mais uma vez, o técnico repetiu que precisa de pelo menos mais três jogadores no elenco - um atacante, um zagueiro e um meia. "Seria o necessário para disputar a Copa do Brasil e o Paulista com tranqüilidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.