Gols de zagueiros dão vitória ao Atlético-MG sobre Avaí

Com gols de zagueiros em cobranças de escanteio, o Atlético-MG derrotou, de virada, o Avaí por 3 a 1 na noite deste sábado, em Florianópolis, em jogo da segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Fábio Santos abriu o placar para os donos da casa e Leonardo Silva, duas vezes, e Réver, fizeram os gols do time mineiro.

JULIO CASTRO, Agência Estado

28 de maio de 2011 | 21h03

Esta foi a segunda vitória do Atlético-MG e a segunda derrota do Avaí na competição. Os mineiros assumiram, momentaneamente, a liderança do Brasileiro, com seis pontos. O Avaí se mantém na lanterna com zero de aproveitamento.

As cartas da partida começaram a ser distribuídas pelo Atlético-MG. Tocando bem a bola com saídas especialmente pelas laterais, a equipe do técnico Dorival Júnior mostrou superioridade até os 7 minutos quando, na primeira investida do Avaí, foi surpreendido pelo gol marcado pelo atacante Fábio Santos. No preciosismo de um lançamento de Marquinhos Gabriel, Rafael Coelho escorou de cabeça para Fábio Santos, com categoria, chutar baixo na saída do goleiro Renan.

O gol empolgou o time catarinense, mas foi insuficiente para manter a vantagem perdida dez minutos depois. Numa cobrança de escanteio, aos 17, o zagueiro Leonardo Silva pegou, dentro da pequena área, a assistência de Richarlyson e tocou fora do alcance do goleiro Renan.

Rápido e invertendo bem as jogadas de um lado para outro, o Atlético-MG se reorganizou e assumiu o controle do jogo. Até os 33 minutos, o time mineiro não sofreu ameaças, exceto a cobrança de falta de Acleisson, aos 34, exigindo grande defesa de Renan Ribeiro. A etapa terminou com a bela defesa do goleiro atleticano após uma cabeçada de George Lucas, aos 42. Um minuto depois, Patric, sozinho, pegou mal na bola na tentativa de enganar o goleiro.

O segundo tempo foi desastroso para a equipe catarinense. Desencontrada em campo, o Avaí conseguiu alcançar a marca próxima de 45 passes errados, sendo cerca de 20 no período inicial. O time tomou o gol da virada logo aos 2 minutos do segundo tempo, em uma finalização, de cabeça, do zagueiro Réver. Perdido em campo e mesmo com o incentivo da torcida, o time avaiano foi sucumbindo à superioridade atleticana. Nas oportunidades criadas, a persistência nos erros de passe e a falta de qualidade nas poucas finalizações vitaminavam o Atlético, que fez o terceiro aos 23 minutos, novamente com o zagueiro Leonardo Silva, escorando outra cobrança de escanteio.

O técnico Silas bem que tentou dar uma nova dinâmica à equipe com algumas substituições, entre elas a saída de Marquinhos - que deve se transferir para o Grêmio durante a próxima semana. Porém as alterações pouco contribuíram para a melhoria do time. Com o adversário "vencido" em campo e vantagem folgada no placar, o Atlético reforçou-se na defesa para segurar a segunda vitória no Campeonato.

FICHA TÉCNICA:

Avaí 1 X 3 Atlético-MG

Avaí - Renan; George Lucas (Robinho), Gustavo Bastos, Cássio e Julinho; Marcinho Guerreiro, Acleisson, Marquinhos (Estrada) e Marquinhos Gabriel; Fábio Santos e Rafael Coelho (Maurício Alves). Técnico: Silas.

Atlético-MG - Renan Ribeiro; Patric, Leonardo Silva, Rever e, Leandro; Richarlyson, Fillipe Souto, Toró (Gilberto) e Giovanni (Mancini); Magno Alves (Neto Berola) e Guilherme. Técnico: Dorival Júnior.

Gols - Fábio Santos, aos 7, e Leonardo Silva, aos 17 minutos do primeiro tempo. Réver, aos 2, e Leonardo Silva, aos 23 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

Cartões amarelos - Gustavo Bastos, Guilherme e Patric.

Renda - R$ 40.600.

Público - 4.561.

Local - Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.