Gols perdidos custaram a vitória, dizem corintianos

Entre os jogadores do Corinthians, a opinião é de que o time poderia ter saído de campo com uma vitória

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

17 de fevereiro de 2008 | 18h38

Domínio, chances perdidas e uma vitória que escapou por entre os dedos. Este foi o resumo das declarações no Corinthians após o empate por 1 a 1 com o Bragantino, neste domingo. A vitória poderia ter colocado o time na zona de classificação para a segunda fase e o empate deixou a equipe do Parque São Jorge apenas na sétima colocação.   Veja também:  Em dia histórico, Corinthians só empata com o Bragantino "A equipe mandou no jogo, infelizmente não entrou no gol. Foi mais uma oportunidade de encostar nos líderes, mas não aproveitamos", lamentou o zagueiro Chicão, em entrevista à rádio Eldorado/ESPN AM 700. "Os outros times que estão na ponta perderam e poderíamos estar em quarto, mas agora já foi", disse André Santos. "O objetivo é somar vitórias, é o que a gente vem buscando. Não deixamos de correr, mas a bola não entrou."   Já o lateral-volante Alessandro quer esquecer a chance de vitória desperdiçada. "Temos de assimilar que erramos, não vencemos e continuar trabalhando."   Para o zagueiro William, a vitória não veio graças a ansiedade do Corinthians em definir as jogadas. "Tem de ter inteligência, se chutar simplesmente por chutar fica impossível fazer gol", reclamou. "Vamos trabalhar para arrumar isso."

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.