Sergio Neves/AE
Sergio Neves/AE

Gomes ignora novo tropeço e aponta evolução da equipe

Treinador sofre pressão no cargo, mas diz que confia na evolução tática do grupo para a Libertadores

AE, Agência Estado

22 de julho de 2010 | 00h06

Com o São Paulo sem vencer há três jogos pelo Campeonato Brasileiro, a torcida e os jogadores já demonstraram preocupação. Mas Ricardo Gomes segue confiante. Depois do empate por 1 a 1 com o Prudente, nesta quarta-feira, no Morumbi, o treinador são-paulino ignorou o novo tropeço são-paulino e destacou a evolução do time.

 

Veja também:

link São Paulo só empata com o Prudente

"Hoje (quarta) o time já foi melhor, muito diferente dos jogos anteriores", disse, lembrando as derrotas para Avaí e Vitória, na semana passada. "Mas o time estava muito desfalcado. O entrosamento nesta hora pesa e deixa qualquer time em dificuldade", completou Gomes, que não pôde contar com Dagoberto e Fernandão, lesionados. Além disso, Marlos e Richarlyson foram poupados e começaram no banco.

Para o próximo compromisso pelo Brasileirão, domingo, no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, o treinador admitiu que a equipe deve estar ainda mais desfalcada. Visando o jogo de ida pelas semifinais da Copa Libertadores, na quarta da semana que vem, diante do Internacional, Gomes deve colocar em campo um time praticamente reserva.

"É evidente que vamos poupar alguns jogadores. Isso já foi dito", confirmou o técnico, que vê o São Paulo com 12 pontos, na parte da baixo da tabela. Além dos possíveis jogadores poupados, Gomes também não terá à disposição o lateral-esquerdo Junior Cesar, expulso contra o Prudente.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.