Suzanne Blankett/Reuters
Suzanne Blankett/Reuters

Gordon Banks retoma, confiante, luta contra câncer: 'Parei até Pelé'

Goleiro é conhecido pela histórica defesa na cabeçada de Pelé

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2015 | 18h41

O lendário ex-goleiro inglês Gordon Banks anunciou neste domingo que está retomando pela segunda vez a luta contra um câncer no rim, aos 77 anos de idade. Dez anos após perder um dos órgãos para a doença, ele passa por tratamento de quimioterapia esperando evitar a necessidade de realizar um transplante.

"Sou um dos muitos no país que têm (câncer)", disse Banks ao jornal Sunday Mirror. "Eu tenho que continuar minha luta", acrescentou o ex-arqueiro famoso pela campanha do único título mundial da Inglaterra, na Copa de 1966, e por ter feito aquela que é considerada por muitos como a maior defesa da história do futebol, em um cabeceio de Pelé no jogo contra a seleção brasileira no Mundial de 1970.

"As pessoas ainda falam sobre essa defesa e eu frequentemente penso nela", comentou. "Se eu pude defender uma bola daquelas contra o Pelé, enquanto jogava contra os maior do mundo, então posso vencer esse problema de saúde", finalizou.

RELEMBRE A HISTÓRICA DEFESA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.