Catherine Ivill/Reuters
Catherine Ivill/Reuters

Governo britânico autoriza 60 mil torcedores nas semifinais e final da Eurocopa

Público é o equivalente a 75% da capacidade do estádio de Wembley, que vai receber os jogos

Redação, Estadão Conteúdo

22 de junho de 2021 | 11h48

O governo britânico anunciou nesta terça-feira que 60 mil torcedores terão permissão para assistir às semifinais e final da Eurocopa em Wembley, em Londres, o equivalente a 75% da capacidade do tradicional estádio (90 mil). Nenhum detalhe foi fornecido ainda sobre como os fãs do exterior poderão comparecer nos dias 6, 7 e 11 de julho, sem ter de ficar em quarentena após voar para a capital inglesa.

O governo já havia concordado em aumentar a capacidade atual da fase de grupos de cerca de 22 mil a pelo menos 40 mil para uma das partidas nas oitavas de final e os três último jogos do torneio.

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, diz estar "grato ao primeiro-ministro e ao governo do Reino Unido por seu trabalho árduo na finalização desses acordos". A Uefa informou na semana passada que está em negociações com as autoridades de Londres para permitir que fãs estrangeiros fiquem no país por menos de 24 horas e dentro de bolhas. Desta forma, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson rebateu a pressão exercida por outros líderes políticos para mudar a sede da fase final da Euro para países com menor incidência da covid-19 e onde mais torcedores poderiam ser acomodados.

Será o evento com maior público do Reino Unido desde o início da pandemia. Para o torcedor assistir à final será necessário ter recebido as duas doses da vacina pelo menos 14 dias antes da data da partida ou mostrar um teste de antígeno negativo.

Tudo o que sabemos sobre:
EurocopafutebolWembley [estádio]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.