Governo colombiano faz as pazes com presidente da Fifa

O vice-presidente da Colômbia, Francisco Santos, fez as pazes com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. Foram necessárias algumas conversas por telefone e uma reunião de cerca de 40 minutos na sede da entidade, em Zurique, para acabar com o mal-estar provocado pelas declarações do mandatário principal do futebol, que definiu como "relações públicas" a candidatura colombiana à Copa do Mundo de 2014."Solucionamos o impasse, com um fim muito agradável para ambas as partes", disse Santos ao jornal colombiano El Tiempo. Blatter disse que o governo patrocinou a candidatura para desviar o foco de problemas internos, como a crise de segurança e denúncias de corrupção envolvendo pessoas próximas ao presidente Álvaro Uribe - que, em resposta, disse que o comando do futebol estava nas mãos de "mafiosos", embora sem citar Blatter.Colômbia e Brasil são os candidatos a sede da Copa, cuja decisão sairá em novembro. Em abril, os dois países devem entregar o caderno de encargos para a Fifa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.