Governo da Argentina lança Copa América de 2011

O Governo da Argentina e a federação de futebol do país deram nesta terça-feira o primeiro passo para a organização da Copa América de 2011, que terá como sede principal o Estádio Ciudad de La Plata.

EFE

23 de junho de 2009 | 15h51

"O Governo apoiará esta iniciativa porque é muito importante para o país. Queremos chegar bem, por isso faremos obras de infraestrutura, e contaremos com boas condições de segurança", afirmou o chefe de Gabinete argentino, Sergio Massa.

Em entrevista coletiva nos arredores de Buenos Aires, Massa explicou que o torneio também terá como sede as províncias de Santa Fé, no centro do país; Salta e Jujuy (norte); e Mendoza e San Juan (oeste).

"Hoje é o início oficial da Copa América 2011, o primeiro passo obrigatório da Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF) é ter o apoio dos Governos. Por isso nos juntamos, para concretizar este acontecimento", ressaltou o presidente da federação argentina de futebol, Julio Grondona.

O dirigente considera que a Argentina, que sediou a Copa América pela última vez em 1987, "está em condições" de receber novamente o torneio graças ao apoio do Executivo e de instituições do país.

Por sua parte, o governador da província de Buenos Aires, Daniel Scioli, disse que o Estádio Ciudad de La Plata tem "a categoria" necessária para receber o torneio "da melhor forma possível".

No final do ano passado, dirigentes da CSF decidiram que a Argentina sediaria a Copa América. A última edição foi em 2007, na Venezuela, com goleada do Brasil por 3 a 0 sobre os próprios argentinos na decisão.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa AméricaConmebolArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.