Andy Rain/EFE
Andy Rain/EFE

Governo inglês quer campeonato de volta 'assim que possível'

Três clubes de Londres, o Arsenal, o West Ham e o Tottenham Hotspur, assim como o Brighton, reabriram seus centros de treinamento, permitindo a volta limitada aos treinos

Simon Evans, Reuters

28 de abril de 2020 | 12h31

O ministro do governo do Reino Unido responsável pelo esporte disse que está negociando com a Premier League, nome oficial da liga inglesa de futebol, com o objetivo de colocar o futebol de volta nos campos o mais rápido possível. 

Ao falar em uma sessão parlamentar de perguntas, Oliver Dowden, secretário de Cultura, Imprensa e Esporte disse: “Eu pessoalmente tenho negociado com a Premier League com o intuito de voltar com o futebol assim que possível para apoiar toda a comunidade do esporte. Mas é claro, qualquer medida teria de ser consistente com as orientações públicas de saúde”, disse. 

O campeonato inglês não é disputado desde 13 de março e está suspenso ao menos até 30 de abril, enquanto as medidas de isolamento continuam em vigência até 7 de maio, quando o governo deve revisar as atuais restrições.

Mas três clubes de Londres, o Arsenal, o West Ham e o Tottenham Hotspur, assim como o Brighton, reabriram seus centros de treinamento, permitindo a volta limitada aos treinos enquanto são observados os protocolos de distanciamento social. 

Os times dizem que os jogadores usarão apenas as instalações externas para trabalhos individuais e não participarão de atividades em equipe.  As equipes do campeonato inglês vão discutir na sexta-feira para avaliar diversas opções para finalizar a temporada, mas o reinício das partidas não é esperado até junho, no mínimo. 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Inglês de Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.