Pilar Olivares/ Reuters
Pilar Olivares/ Reuters

Governo prorroga termo de uso do Maracanã para Flamengo e Fluminense por 6 meses

Publicação no Diário Oficial confirma que os dois clubes poderão administrar o estádio por mais tempo

Redação, Estadão Conteúdo

07 de maio de 2020 | 13h34

Flamengo e Fluminense vão administrar o Maracanã pelos próximos seis meses. Nesta quinta-feira, o Governo do Estado do Rio de Janeiro comunicou ter assinado termo de permissão de uso do estádio municipal pelos dois clubes, em portaria publicada no Diário Oficial. O despacho, assinado pelo governo Wilson Witzel, também prorroga por 20 dias o prazo para apresentação de estudos técnicos pelos interessados em assumir a operação e gestão do Maracanã. A ideia do Estado é realizar licitação do complexo que abriga o estádio para que ele seja concedido a algum interessado por 35 anos.

A prorrogação do termo de uso não altera dados do acordo anterior. Assim, mantém Flamengo e Fluminense como gestores do estádio, sendo o clube rubro-negro como titular. Esse contrato começou a valer em 12 de abril de 2019. Desde então, os times possuem uma empresa conjunta para gerir o estádio, com cobrança de aluguel por jogo realizado, pagamento dos custos de manutenção e repasses mensais ao governo estadual. Neste ano, está prevista no local a realização da final da Copa Libertadores, inicialmente agendada para 21 de novembro. O torneio está paralisado.

Sem receber eventos em função das medidas de isolamento social, o complexo do Maracanã tem sido usado para ajudar no combate ao coronavírus. No estádio de atletismo, o Célio de Barros, foi montada um estrutura com centenas de leitos. O hospital de Campanha faz parte da iniciativa do Governo de abrir espaço para mais pessoas cantaminadas com a covid-19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.