Govou, do Lyon, pede desculpas por dirigir bêbado

Sidney Govou, atacante do Lyon, pediu, nesta terça-feira, desculpas públicas pela sua recente detenção por dirigir embriagado. O jogador foi preso no domingo e classificou o incidente como "um erro pessoal" e se desculpou com sua família, equipe e fãs. Govou disse que seu lapso talvez tenta "transmitido uma imagem ruim sobre o time". O diário Le Progres, de Lyon, revelou na edição de segunda-feira que o atacante foi detido poucas horas após o Lyon empatar por 0 a 0 com o Olympique de Marselha pelo Campeonato Francês. Agora, Govou terá que se defender em um tribunal e enfrentará um processo que pode lhe render até dois anos de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.