Divulgação
Divulgação

Grafite é expulso, Santa Cruz perde e reabilita o Paraná na Série B

Atacante leva vermelho ao pisar em zagueiro na derrota por 3 a 2

Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2015 | 19h01

O Paraná vai poder trabalhar com mais tranquilidade nos próximos dias. Na tarde deste sábado, o time paranaense derrotou o Santa Cruz, por 3 a 2, e se distanciou da zona de rebaixamento, em partida realizada no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela 21.ª rodada da Série B, e marcada pela expulsão de Grafite, a primeira desde a sua volta ao clube pernambucano.

Com o resultado, o Santa Cruz desperdiçou a chance de encostar ainda mais no G4 e fica estacionado na oitava colocação com 31 pontos. O Paraná, por sua vez, voltou a vencer e segue fora da zona de rebaixamento. É o 14.º colocado com 26 pontos.

O visitante entrou em campo para destruir o sistema de jogo do Paraná. O time pernambucano partiu com tudo para cima e abriu o marcador aos seis minutos. Lelê fez bela jogada pelo lado esquerdo de campo e rolou para trás. Marcílio, aposta do técnico Marcelo Marttelote para a partida, mandou para as redes.

O Paraná cresceu e foi buscar o empate, aproveitando o recuo do Santa Cruz. Aos 37 minutos, Rafael Carioca avançou bem pela esquerda e cruzou para Henrique, que só desviou para deixar tudo igual. A virada quase aconteceu na sequência, mas Rafael Carioca chutou pela linha de fundo.

No segundo tempo, foi o Paraná quem tomou a iniciativa do jogo. E a equipe demorou apenas um minuto para virar o placar. Carlão recebeu dentro da área e tocou no canto esquerdo de Tiago Cardoso. O Santa sentiu o gol, deu brechas e levou o terceiro. Aos oito minutos, após boa jogada de contra-ataque, Fernandez deixou Carlão em boa condição de marcar. O atacante chutou certeiro: 3 a 1.

Em desvantagem, o Santa Cruz tentou reagir e diminuiu. Aos 19 minutos, Luis fez o que quis na defesa do Paraná e tocou para Lelê. O meia tirou do goleiro e fez o segundo.

A situação do time pernambucano, porém, acabou ficando ruim aos 34. Luciano Castán fez falta em Grafite. O atacante não gostou, pisou no defensor adversário e acabou expulso. Com um jogador a mais, o Paraná só precisou se segurar para sair com a vitória.

Na próxima rodada, o Paraná enfrenta o Boa na terça-feira, às 20h30, no Estádio do Melão, em Varginha. Já o Santa Cruz recebe o América-MG no mesmo dia e horário, no Estádio do Arruda, no Recife.

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 3 X 2 SANTA CRUZ

PARANÁ - Felipe Alves; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca (Anderson Uchoa); Fernandes, Rafael Costa (Jean) e Danielzinho; Henrique, Guga (Gustavo Sauer) e Carlão. Técnico - Fernando Diniz.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vítor, Néris, Danny Morais e Marlon (Diego Sacomam); Moradei, Marcílio (Pedro Castro), João Paulo e Lelê; Anderson Aquino (Luisinho) e Grafite. Técnico - Marcelo Martelotte.

GOLS - Marcílio, aos seis minutos do primeiro tempo. Carlão, aos seis e aos oito e Lelê, aos 19 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT)

CARTÕES AMARELOS - Rafael Carioca, Luciano Castán e Rafael Costa (Paraná); Anderson Aquino e Pedro Castro (Santa Cruz).

CARTÃO VERMELHO - Grafite (Santa Cruz)

RENDA - R$ 62.990.00

PÚBLICO - 4.320 pagantes

LOCAL - Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.