Divulgação
Divulgação

Grafite faz golaço na volta do Santa Cruz para a Série A

No Arruda, time pernambucano faz 4 a 1 no Vitória

Monica Bernardes, especial para a AE, Estadão Conteúdo

15 de maio de 2016 | 13h46

O Santa Cruz estreou bem em seu retorno à séria A do Campeonato Brasileiro, derrotando a equipe do Vitória por 4 a 1, na manhã deste domingo, no estádio do Arruda, no Recife, com grande atuação do atacante Grafite. O jogador marcou os dois primeiros gols do jogo, sendo o primeiro uma pintura, com direito a drible por baixo das pernas do marcador.

Na próxima rodada, o Santa Cruz enfrenta o Fluminense, sábado, 18h30, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), enquanto o Vitória recebe o Corinthians no Barradão, em Salvador, às 16h do próximo domingo.

O JOGO

A partida no Arruda começou com a equipe baiana marcando forte e tomando a iniciativa do jogo, chegando a assustar a torcida pernambucana, aos 6 minutos, com finalização de Kieza, que passou ao lado do gol de Tiago Cardoso. As melhores chances pertenceram ao Vitória, até os 20 minutos, momento da parada técnica (obrigatória) para hidratação num jogo às 11h no Nordeste brasileiro.

O Santa Cruz voltou diferente, adiantando a marcação e chegando ao ataque com mais eficiência. Aos 28 minutos, Grafite recebeu na área, se livrou de dois marcadores e tocou na saída de Fernando Miguel, abrindo o placar para o tricolor pernambucano. No final do primeiro tempo, aos 43 minutos, o centroavante do Santa ampliou o placar tocando de cabeça após bola levantada na área por Keno.

Na segunda etapa, com duas substituições - David e Willian Henrique entraram no lugar de Vander e Leandro Domingues - o técnico Wagner Mancini procurou ser mais efetivo no ataque. Com a mudança, o Vitória passou a ter mais posse de bola, diminuído o placar aos 34 minutos, com Kieza, que aproveitou rebote após defesa de Tiago Cardoso.

Cinco minutos depois, o estreante Fernando Gabriel voltou ampliar o placar para o Santa Cruz, empurrando para as redes após cruzamento de Keno. E aos 42 minutos, Keno sofreu penalti, após entrada de José Welison. Com Grafite substituído, o próprio Keno cobrou a penalidade, ampliando o marcador para 4 a 1 e definindo o placar da partida.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ 4 X 1 VITÓRIA

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vítor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Wellington, Fernando Gabriel e Uillian Correia; Arthur (Wallyson), Grafite (Bruno Moraes) e Keno (Alemão). Técnico: Milton Mendes.

VITÓRIA - Fernando Miguel; José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo (Alípio), Leandro Domingues (William Henrique) e Tiago Real; Vander (David) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

GOLS - Grafite, aos 28 e aos 43 minutos do primeiro tempo; Kieza, aos 34, Fernando Gabriel, aos 39, e Keno, de pênalti, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Pablo dos Santos Alves (PB).

CARTÕES AMARELOS - Wellington, Grafite, Tiago Cardoso (Santa Cruz)

PÚBLICO - 20.038 pagantes.

RENDA - R$ 250.150,00.

LOCAL - Estádio do Arruda, no Recife (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.