Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Gramado em Sobral preocupa Palmeiras

Além do time do Ceará, o Palmeiras, líder da Série B do Campeonato Brasileiro, terá neste sábado, a partir das 21h40, um outro adversário: o gramado do estádio Plácido Castelo, na cidade de Sobral, interior do Ceará. "Estive lá há dois anos, quando jogava a Série C pelo Paulista e foi o pior gramado no qual joguei na minha vida", lembra o volante Fábio Gomes, que vai substituir Adãozinho, contundido. "O gramado era muito esburacado e as arquibancadas eram de tábua. Pior que amador."Se o estádio estiver nas mesmas condições, Fábio Gomes acredita que as chances de a partida ser decidida menos na técnica e mais na vontade aumentam. "Acho que vai prevalecer a força, a vontade e a disposição em campo", disse. Para ele, a partida contra o Ceará deverá ser "o jogo mais difícil que o Palmeiras vai encontrar no campeonato".O jogo será em Sobral, e não em Fortaleza, porque a CBF determinou a perda do mando de jogo do Ceará. A transferência vai obrigar o Palmeiras a uma verdadeira maratona. O grupo saiu nesta sexta-feira de São Paulo e foi para Fortaleza, onde treinou. No sábado, o time embarca no começo da noite para Sobral e volta para a capital cearense depois do jogo.O meia Pedrinho não se recuperou totalmente da contusão na coxa direita e será poupado. Elson será o titular. Outra alteração será a estréia do zagueiro Glauber, que vem das divisões de base e já jogou várias vezes pela seleção brasileira Sub-20. Ele entra no lugar de Leonardo, contundido. "Não vim para roubar vaga de ninguém, mas se der quero ganhar o meu espaço", disse o jogador, que promete "raça e determinação" na estréia.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2003 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.