Gustavo Oliveira/Atlético-PR
Gustavo Oliveira/Atlético-PR

'Gramado não oferecia condições de jogo', reclama Tite

Treinador corintiano pediu para os jogadores levantarem a bola e chutarem para frente

AE, Agência Estado

21 de julho de 2013 | 19h48

SÃO PAULO - O técnico corintiano Tite criticou o árbitro Ricardo Marques Ribeiro por não ter interrompido a partida deste domingo, já no primeiro tempo, quando a chuva apertou no confronto com o Atlético-PR, no Estádio Durival Britto, em Curitiba. "O gramado não oferecia condições de jogo. Sem contar o risco de lesão", disse Tite.

À beira do gramado, ele pedia para que os seus jogadores evitassem as poças d´água e lançassem Alexandre Pato. "Falei para eles levantarem a bola e chutarem para a frente. Era o único jeito", destacou.

Apesar da campanha irregular (quatro empates, duas vitórias e duas derrotas), Tite acredita que não vai demorar muito para o Corinthians entrar no pelotão de frente do Brasileirão. "Sabemos que o campeonato premia as vitórias. Com dois bons resultados, daremos um salto muito grande e estaremos lá na frente. Temos de buscar essa recuperação", projetou.

O próximo jogo do Corinthians será apenas no domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu. Mesmo com o rival em péssima fase, o treinador não vê a sua equipe em vantagem. "Não fico pensando no outro lado. Eu só quero recuperar os meus atletas e fazer uma grande partida", enfatizou.

Pato, que saiu de campo com dores na coxa esquerda neste domingo, iniciou neste mesmo dia o tratamento com gelo e será avaliado pelo departamento médico nesta segunda-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.