Gramado preocupa São Paulo contra o Rio Claro

A qualidade do gramado do Estádio Augusto Schmidt Filho, em Rio Claro, preocupa os jogadores do São Paulo para o jogo das 16 horas, neste domingo, contra o time da casa. Antes do início do Campeonato Paulista, o piso foi totalmente trocado e ainda está muito fofo. ?É uma dificuldade a mais. Os gramados do Campeonato Paulista estão horríveis?, reclama o meia Souza. ?Só quando eu atuava na várzea peguei campos tão ruins. Lá, pelo menos, não havia tantos buracos?, compara Souza, apontando o Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, como péssimo - num dos buracos do gramado, o atacante Thiago torceu o tornozelo, na última quarta-feira. O técnico Muricy Ramalho não antecipou a escalação para enfrentar o Rio Claro, mas não deve mexer no esquema com três zagueiros - André Dias, Miranda e Alex Silva -, que deu mais segurança para o time. O São Paulo busca não se distanciar dos primeiros colocados do Paulistão. Após o empate em 2 a 2 na partida contra o Paulista, de Jundiaí - quando o time levou um gol nos instantes finais, gerando protestos dos são-paulinos contra o árbitro Cléber Wellington Abade - a equipe comandada por Muricy Ramalho ficou com sete pontos, dois de distância de Corinthians, Noroeste e Palmeiras, times com 100% de aproveitamento (exceção feita ao Santos, que já disputou quatro jogos e tem 12 pontos). Uma derrota para o Rio Claro, 14.º colocado, com apenas três pontos, complicaria o início de temporada do time - ainda que a prioridade do São Paulo neste ano seja a disputa da Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Muricy disse, na sexta-feira, que "está faltando uma peça" no meio-campo do time. O treinador aguarda a chegada em breve de ?quatro ou cinco jogadores? para respirar um pouco mais aliviado nesse início de temporada. Empolgação em Rio Claro A cidade de Rio Claro não recebe um time grande pelo Paulista desde 1979, quando o outro time da cidade, o Velo Clube, empatou sem gols com o Corinthians. Ciente da importância do jogo para a torcida local, o técnico Paulo Roberto decidiu tratar o duelo como uma verdadeira decisão. Ele faz mistério em torno na escalação de sua equipe para dificultar os planos do adversário. "Jogar contra o São Paulo é sempre muito difícil. Jogue quem jogar, se tratando de São Paulo, sempre haverá dificuldade", afirmou. Ficha técnica: Rio Claro x São Paulo Rio Claro - Luiz Henrique; Gerson, Daniel Rossi e Andrei; Baiano, Vieira, Wagner (Marcelinho), Adãozinho e Renan; Luciano (Vinícius) e Vidinha. Técnico: Paulo Roberto. São Paulo - Rogério Ceni; André Dias, Miranda e Alex Silva; Leandro, Souza, Josué, Hugo e Júnior; Borges e Aloísio. Técnico: Muricy Ramalho. Árbitro - Rodrigo Braghetto. Horário - 16 horas. Local - Estádio Augusto Schmidt Filho, em Rio Claro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.