Jose Manuel Ribeiro/Reuters
Jose Manuel Ribeiro/Reuters

Grandes da Europa tentam recuperação nas Eliminatórias

Tradicionais seleções precisam vencer para continuarem na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2010

EFE,

27 de março de 2009 | 18h47

Tradicionais seleções do futebol europeu chegam a mais uma rodada das Eliminatórias à Copa do Mundo de 2010, neste sábado, precisando de bons resultados para manter vivas as chances de carimbar o passaporte à África do Sul.

Veja também:

linkFelipão diz ter certeza da classificação de Portugal à Copa

especialVisite o canal especial das Eliminatórias da Copa

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Uma delas é Portugal, que recebe a Suécia no Estádio do Dragão, na cidade do Porto, pelo Grupo 1.

A seleção portuguesa ocupa a quarta posição da chave com cinco pontos e quatro partidas, enquanto a Suécia está com o mesmo desempenho e um confronto a mais.

O meia brasileiro naturalizado Deco, que é dúvida por uma lesão na coxa esquerda, mostrou confiança em um bom resultado.

"É o momento decisivo para nós na classificação, porque a gente sabe que um resultado ruim contra a Suécia praticamente torna as coisas bem complicadas. É importante conseguir um resultado bom, pois é um adversário direto e para nossas chances de classificação continuarem boas", comentou o jogador.

A liderança é de Dinamarca e Hungria, com sete pontos cada. Os dinamarqueses visitam a lanterna Malta em Ta'Qali, enquanto os húngaros vão a Tirana pegar a Albânia, terceira colocada com seis.

Na chave 2, Grécia e Israel fazem confronto direto pela liderança na cidade israelense de Ramat Gan. Os gregos estão com nove pontos, apenas um à frente do rival.

Quem torce por um empate é a Suíça, que pega a lanterna Moldávia fora de seus domínios, na cidade de Chisinau. A equipe, que foi à última Copa, está com sete pontos e precisa vencer e torcer por um empate entre gregos e israelenses para subir na tabela. Luxemburgo e Letônia, com quatro pontos em igual número de jogos, se enfrentam na casa do primeiro, completando a rodada da chave.

Pelo Grupo 3, Irlanda do Norte e Polônia se enfrentam em Belfast. Ambos têm sete pontos e o vencedor assume a liderança da chave - atualmente com a Eslováquia, com nove e que folga na rodada. A situação é a mesma no confronto entre Eslovênia e República Checa, em Maribor. Na última posição está San Marino, sem pontuar.

A Alemanha, líder da chave 4 com dez pontos, enfrenta Liechtenstein em Leipzig e deve ampliar a vantagem, pois encara um dos lanternas. Com seis pontos está a Rússia. A equipe comandada pelo holandês Guus Hiddink, que assumiu o Chelsea no lugar do brasileiro Luiz Felipe Scolari, pega o Azerbaijão, outro lanterna, em Moscou. O País de Gales, que aparece ao lado dos russos e tem um jogo a mais, encara a Finlândia, em quarto lugar, na cidade de Cardiff.

Atual campeã da Eurocopa, a Espanha pode ficar mais perto da vaga à Copa se vencer a Turquia em Madri, no Santiago Bernabéu, pelo Grupo 5. A equipe aparece com 12 pontos, quatro à frente do rival.

A Bélgica, terceira colocada com sete, pega a Bósnia em Genk e pode chegar à vice-liderança caso vença e os turcos percam. Estônia e Armênia, respectivamente penúltimo e último colocado, jogam em Yerevan, capital do segundo país.

Já a Inglaterra lidera o Grupo 6, que não terá jogos este sábado. Com isso, os comandados do italiano Fabio Capello fazem um amistoso com a Eslováquia em Wembley como preparação ao confronto com a Ucrânia, no meio de semana. Os ucranianos estão com sete pontos, assim como a Croácia.

A Sérvia defenderá a liderança do Grupo 7 em Cosntanta, contra a Romênia. Os sérvios têm nove pontos assim como a Lituânia, que recebe a França em Kaunas.

Os franceses vivem situação perigosa, pois estão com quatro pontos em três partidas - mesma situação da Romênia. A Áustria, com o mesmo desempenho e um jogo a mais, folga. As Ilhas Faroe estão na lanterna.

Já a Itália, líder do Grupo 8, visitará Montenegro em Podgorica. O rival está com dois pontos e os atuais campeões do mundo aparecem com dez - ao lado da Irlanda, que recebe uma decepcionante Bulgária em Dublin. Chipre e Geórgia fazem um jogo que não vale nada, pois ambos não têm mais chances de classificação.

Na chave 9, a Holanda pega a Escócia, segunda colocada, na Amsterdã Arena. Com nove pontos, a seleção surge cada vez mais como favorita à vaga - os escoceses estão cinco pontos atrás, assim como a Islândia. A Macedônia está com três e a lanterna fica com a Noruega, que faz campanha abaixo da expectativa e está com dois.

A próxima rodada das Eliminatórias Europeias está marcada para 1.º de abril. Os primeiros colocados de cada grupo se garantem na Copa, enquanto os oito melhores segundos disputam uma repescagem por outras quatro vagas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.