Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Grandes jogos da Copa do Mundo de 1998

Vitória da França na final sobre o Brasil e desempenhos da seleção e da Holanda destacam partidas do torneio

Rodrigo Luiz, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

11 Maio 2018 | 03h00

A Copa do Mundo de 1998 teve uma campeã um tanto quanto inesperada, ainda que tivesse chegado como uma das favoritas. A França era bem cotada no Mundial mais por atuar em casa que por ser o melhor time. No entanto, fez uma final irrepreensível e venceu com facilidade o Brasil - que antes havia derrotado uma irrepreensível Holanda na sua semifinal, em jogo parelho que foi decidido apenas nos pênaltis.

Confira a página especial sobre a Copa do Mundo de 2018

INFOGRÁFICO - Brasil, a camisa mais pesada do futebol mundial

ESPECIAL - 15 anos do Penta, nossa última conquista

FRANÇA 3 X 0 BRASIL

Um assustado Brasil que vinha de grandes jogos e uma vitória nos pênaltis na semifinal contra a Holanda não foi páreo para a França em ascensão de Zidane e cia. A presença de Ronaldo Fenômeno no time titular deixou todo o elenco brasileiro preocupado e desconcentrado. Assim, foi mais fácil para os franceses vencerem por 3 a 0.

BRASIL 1 (4) X (2) 1 HOLANDA

Tido como um dos grandes jogos da Copa, Brasil e Holanda fizeram uma das semifinais do torneio - a outra foi França e Croácia. Com muita qualidade ofensiva, os times fizeram um jogo muito parelho e que foi decidido em lances individuais no tempo normal, nos gols de Ronaldo e Kluivert, e nos pênaltis, com Taffarel brilhando como havia feito durante toda a partida.

HOLANDA 2 X 1 ARGENTINA

Se havia caído mais uma vez diante do Brasil em uma Copa do Mundo - desta vez, na semifinal -, a Holanda havia feito grande partida na fase anterior para vencer a Argentina. O jogo teve três cartões amarelos e três vermelhos, dois para holandeses. No entanto, o time europeu teve em um gol de Bergkamp aos 44 minutos do segundo tempo a passagem assegurada para a semi.

NÚMEROS DA COPA DE 1998

32 participantes

171 gols

64 jogos

2,67 foi a média de gols

6 gols marcou o croata Suker, artilheiro da Copa

15 gols marcou a França, o melhor ataque do torneio

2.785.100 foi o público total

43.517 foi a média de público

10 sedes

10  estádios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.