"Grandes" mandam na Liga Rio-SP

O contrato social da Liga Rio/São Paulo, um documento de 15 páginas conseguido com exclusividade pelo Jornal da Tarde, mostra uma concentração de poder dos grandes clubes ainda maior do que é hoje. Sai o Clube dos 13 e entra o Grupo dos oito. O único ônus dos oito grandes - Santos, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Botafogo, Flamengo, Vasco e Fluminense - é participar com mais dinheiro na montagem do capital social da empresa. Cada um deles tem vinte cotas no valor unitário de mil reais. Os outros participantes - Portuguesa, Ponte Preta, Guarani, Botafogo de Ribeirão Preto, Etti, de Jundiaí e os cariocas América, Americano e Bangu - entram com cinco cotas unitárias.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

23 de outubro de 2001 | 09h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.