Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Grandes seleções da Copa do Mundo de 1966

Inglaterra, Portugal e União Soviética foram os destaques do Mundial

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

11 Maio 2018 | 03h00

Campeã mundial jogando em casa, a Inglaterra se destacou pelo forte sistema defensivo e pelo ataque eficiente em 1966. Portugal e União Soviética ficaram pelo caminho, mas também se destacaram na competição. Saiba um pouco mais essas equipes que marcaram época.

Confira a página especial sobre a Copa do Mundo de 2018

INFOGRÁFICO - Brasil, a camisa mais pesada do futebol mundial

ESPECIAL - 15 anos do Penta, nossa última conquista

Portugal

Formada pela base do time do Benfica, potência europeia na época, a equipe teve Eusébio como destaque. O artilheiro da Copa do Mundo, com nove gols, liderou uma seleção de jogadores experientes e muito técnicos.

União Soviética

Campeã europeia em 1960, a equipe fez uma competição muito segura e acabou em quarto lugar. O time do ótimo goleiro Yashin e do artilheiro Porjukan superou a Itália na primeira fase e a Hungria nas quartas para fazer a melhor campanha de sua história em uma Copa.

Inglaterra

A seleção da casa tinha uma equipe poderosa e bem servida em várias posições. A defesa com o goleiro Banks e o zagueiro Moore era o ponto forte e só foi vazada três vezes. O ataque consistente com a dupla Hunt e Hurst desequilibrava os jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.