Grécia e Bósnia vencem e definem vaga na última rodada

Enquanto gregos batem eslovacos, bósnios aproveitaram a fragilidade de Liechtenstein

AE, Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 18h37

ZENICA - Grécia e Bósnia-Herzegovina fizeram o dever de casa, venceram seus compromissos nesta sexta-feira e adiaram a decisão da vaga para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, para a última rodada das Eliminatórias Europeias. Em Zenica, os bósnios aproveitaram a fragilidade de Liechtenstein para golear por 4 a 1. Já em Pireu, os gregos tiveram mais dificuldade, mas bateram a Eslováquia por 1 a 0. Os resultados deixaram as duas equipes empatadas com 22 pontos na primeira colocação do Grupo G, com a Bósnia levando ampla vantagem no saldo de gols - 23 a 6. Com isso, os bósnios precisam apenas de uma vitória terça-feira, contra a Lituânia, em Kaunas, para garantir vaga no Mundial.

Por outro lado, os gregos precisam vencer Liechtenstein no mesmo dia, novamente em Pireu, e torcer por um tropeço bósnio para se classificar. Se isso não acontecer, terminarão como segundos do grupo - lembrando que os oito melhores segundos colocados, entre as nove chaves, vão para a repescagem. Nesta sexta, a Bósnia não teve trabalho para construir o placar contra Liechtenstein ainda no primeiro tempo, marcando seus quatro gols em 12 minutos.

Dzeko abriu o placar aos 27, Misimovic ampliou aos 34, Ibisevic fez o seu aos 38 e novamente Dzeko transformou a vitória em goleada aos 39. Na etapa final, David Hasler descontou. Já em Pireu, os gregos fizeram um jogo muito equilibrado diante da Eslováquia, só decidido em um erro do adversário. No fim do primeiro tempo, aos 44 minutos, o zagueiro Srktel, do Liverpool, marcou contra e garantiu a vitória para os donos da casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.