Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio admite atuação ruim em derrota e dá méritos ao Bahia

Equipe de Renato Gaúcho perdeu por 1 a 0, nesta quarta-feira, em Porto Alegre

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2019 | 23h58

As vaias dos pouco mais de 13 mil torcedores presentes à Arena do Grêmio nesta quarta-feira refletiram o pobre futebol apresentado pelo Grêmio na derrota para o Bahia, por 1 a 0. Os próprios jogadores reconheceram que deixaram a desejar no compromisso válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Hoje não foi uma exibição que a gente gostaria de ter tido. Somos um grupo experiente e sabemos que não criamos muito, que fomos bem abaixo. Hoje o Bahia também tem muitos méritos, pois se defendeu muito bem e fez o gol", disse o capitão Pedro Geromel.

O atacante Diego Tardelli, que teve poucas oportunidades e saiu muito da área, seguiu a mesma linha do companheiro e acredita que algumas peças importantes sentiram o desgaste físico, como Matheus Henrique e Everton, que estavam com a seleção brasileira.

"A gente desde o começo não conseguiu fazer uma boa partida, não criamos. Eles queriam uma bola, uma chance, e tiveram no finalzinho. Acho que hoje o time sentiu um pouco o desgaste", comentou Tardelli.

No sábado, o Grêmio enfrenta o Fortaleza, no Castelão, e Renato Gaúcho deve mandar a campo um time reserva, porque na quarta-feira fará o segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores, diante do Flamengo, no Rio.

Em Porto Alegre, os dois times ficaram no empate por 1 a 1. Como o gol fora é o primeiro critério de desempate, o Flamengo tem a vantagem do empate sem gols para ir à final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.