Grêmio admite dificuldade para encontrar lateral-direito

O assessor de futebol Luiz Onofre Meira admitiu nesta quarta-feira que o Grêmio está tendo dificuldade para contratar um lateral-direito. A delegação do time embarcou para a cidade de Bento Gonçalves, para iniciar sua pré-temporada, com 27 jogadores. Mas nenhum deles é lateral-direito de ofício.

AE, Agencia Estado

06 de janeiro de 2010 | 22h35

"Nós pretendemos efetuar essa contratação o mais rápido possível, mas o mercado é limitado", explicou o dirigente, ressaltando a dificuldade de encontrar um jogador para a posição. No momento, o grupo conta com três laterais - Lúcio, Bruno Colaço e Fábio Santos -, mas todos atuam pela esquerda.

Questionado sobre os possíveis candidatos à posição, Meira descartou os nomes de Jean Carlo, que pertence ao Cruzeiro, e Marcio Gabriel, do Coritiba. "Ele (Jean Carlo) esteve na lista, mas não vejo nenhuma possibilidade concreta dele atuar no Grêmio", afirmou o dirigente, que também negou acordo com o atleta do Coritiba. "Esse é um nome descartado".

Em relação aos jogadores que deixaram o Grêmio, Meira confirmou o empréstimo de Herrera ao Botafogo e a saída do colombiano Perea. "Ele deixou de fazer parte do elenco em dezembro, vocês logo terão uma definição de onde o Perea vai atuar este ano", avisou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioLuiz Onofre Meira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.