Alex Silva/AE - 07/03/2011
Alex Silva/AE - 07/03/2011

Grêmio anuncia contratação de Kleber, ex-Palmeiras, e acalma torcida

Atacante poderá se apresentar somente após liberação do time paulista

AE, Agência Estado

20 Novembro 2011 | 10h34

PORTO ALEGRE - Depois de uma derrota em casa para um time que briga contra o rebaixamento, nada melhor do que acalmar a torcida anunciando um reforço de peso. E foi isso que fez a diretoria do Grêmio, neste sábado, depois dos 3 a 1 aplicados pelo Ceará em pleno Estádio Olímpico. O executivo de futebol do clube gaúcho, Paulo Pelaipe, convocou entrevista coletiva para anunciar que o atacante Kleber já assinou.

"O Kleber é jogador do Grêmio. Está contratado pelo Grêmio. Toda documentação já está com nosso departamento jurídico, assim como a documentação do Cruzeiro. O que acontece é que o Kleber é jogador do Palmeiras até o dia 31 de dezembro e precisamos de uma autorização do Palmeiras para poder apresentar o atleta. Estamos aguardando essa autorização", explicou o dirigente.

De acordo com ele, o Grêmio já tem as documentações entregues por Palmeiras e Cruzeiro, que detêm 50% dos direitos econômicos de Kleber cada um, e também já tem contrato assinado com o jogador a partir do dia 1.º de janeiro de 2012, quando será registrado na CBF. Ainda segundo Pelaipe, o lateral-esquerdo Gilson, que pertence ao Grêmio e está emprestado ao América-MG, também já assinou pré-contrato com o Cruzeiro, como parte da negociação.

Paulo Pelaipe, porém, não conseguiu fugir do principal assunto do dia no Olímpico: a situação do técnico Celso Roth, que teve sua saída pedida pela torcida. O dirigente tentou despistar, mas deu dicas de que o treinador não faz parte dos planos para 2012. "Ele tem contrato com o Grêmio até 31 de dezembro e vai honrar esse compromisso com o clube. Vamos fazer uma avaliação de todo trabalho do ano, depois do Campeonato Brasileiro, e vamos tomar a melhor decisão para o clube", afirmou.

O ponto é que o Grêmio já pensa em 2012, como o próprio Pelaipe afirmou. O dirigente explicou que a diretoria já está encaminhando a renovação com a comissão técnica, citando o preparador Paulo Paixão e integrantes do departamento médico como exemplos de profissionais que terão seus contratos renovados. Roth, porém, parece não estar nos planos. "Estamos preocupados com a produção da equipe", lembrou Pelaipe. "A torcida não merece esse ano de 2011. Mas estamos nos mexendo", garantiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.