Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grêmio anuncia demissão do técnico Julinho Camargo após apenas seis jogos

No cargo, ele conseguiu somente uma vitória, com três empates e duas derrotas

AE, Agência Estado

04 de agosto de 2011 | 12h18

PORTO ALEGRE - A diretoria do Grêmio anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Julinho Camargo, um dia depois do empate por 2 a 2 com o Atlético Mineiro, no Estádio Olímpico, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou a equipe com apenas 14 pontos e em 15.º lugar na competição.

A passagem de Julinho Camargo no comando do Grêmio durou pouco mais de um mês. O treinador foi anunciado para o cargo em 2 de julho, após a demissão de Renato Gaúcho. O técnico dirigiu a equipe gaúcha em seis partidas, com apenas uma vitória, três empates e duas derrotas, com um aproveitamento de 33,33%.

O substituto de Julinho Camargo ainda não foi definido pela diretoria do Grêmio. Enquanto um novo técnico não é contratado, o clube gaúcho será dirigido interinamente pelo ex-jogador Roger Machado. Além de definir a saída do técnico, a diretoria também demitiu o preparador físico Flávio de Oliveira. Ele será substituído por Paulo Paixão.

Com quatro tropeços seguidos, o Grêmio tentará se reabilitar no fim de semana para ficar mais longe de zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A equipe gaúcha vai enfrentar o Palmeiras no sábado, às 18h30, no Estádio do Canindé, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.