Grêmio anuncia rescisão de Matías Rodríguez e deve reintegrar Maxi e Fernandinho

O Grêmio segue num vai e vem de ''Rodríguez''. Nesta terça-feira, a diretoria gremista revelou que discute a rescisão contratual com o lateral-direito argentino Matías Rodríguez e avisou que deverá reintegrar ao elenco o meia uruguaio Maxi Rodríguez e o atacante Fernandinho, que estão emprestados a Universidad de Chile e Verona, respectivamente.

Estadão Conteúdo

19 de maio de 2015 | 18h48

"A situação se encaminha para uma rescisão amigável (com Matías). Já trabalhamos e estamos acordados nesse sentido. Vai ser muito aos termos do Cristian Rodríguez", explicou o presidente Romildo Bolzan, nesta terça, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Na semana passada, Matías Rodríguez, de 28 anos, chegou a conceder entrevista a uma emissora de rádio chilena afirmando que "não pensaria muito" se recebesse uma proposta de Universidad de Chile, equipe na qual jogou entre 2011 e 2012, aceitando uma redução salarial. O contrato dele com o Grêmio se encerra no fim de junho.

A situação é parecida com a de Cristian Rodríguez, que rescindiu com o Grêmio antes do fim do seu empréstimo. O jogador, titular da seleção uruguaia, fez apenas dois jogos pelo clube gaúcho e ficou longos períodos no departamento médico.

O outro Rodríguez do elenco é o atacante uruguaio Braian, que está emprestado pelo Numancia, da segunda divisão espanhola. Em má fase, ele não vem sendo utilizado e também deverá ser devolvido.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.