Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Grêmio aposta na tradição para equilibrar duelo com Flamengo, de Renato Gaúcho

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira em Porto Alegre, às 21h30, pelo jogo de ida quartas de final da Copa do Brasil

Wilson Baldini Jr., Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2021 | 09h40

Time com maior número de finais na Copa do Brasil - cinco títulos e quatro vices - o Grêmio aposta na tradição para equilibrar o duelo com Flamengo na disputa das quartas de final. A partida de ida entre as equipes acontece nesta quarta-feira, às 21h30, em Porto Alegre.

Um dos problemas a serem enfrentados pelo Grêmio estará no banco de reservas, pois o comandante do time rubro-negro carioca é Renato Gaúcho, que antes de desembarcar na Gávea trabalhou cinco temporadas no clube gaúcho, com muito sucesso.

O experiente Luiz Felipe Scolari vai ter a missão de abstrair da mente dos seus jogadores o fato de estarem na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time vem de uma classificação tranquila nas oitavas de final, quando eliminou o Vitória após dois triunfos (3 a 0 e 1 a 0).

Apesar de atuar em casa, Felipão vai armar o Grêmio no 4-5-1, deixando o atacante Borja isolado na frente. A expectativa é para um bom desempenho de Douglas Costa na armação das jogadas e dos contra-ataques.

Já Renato vai pisar na Arena do Grêmio, fundada em 2012, pela primeira vez como visitante. "É difícil falar. Realmente é um sentimento estranho, porque eu me criei dentro do clube, ajudei a conquistar títulos como jogador e como treinador. O torcedor sabe que tenho um carinho muito grande por eles, todo mundo sabe que sou gremista, gosto muito do grupo que está lá", disse o treinador, que destacou o lado profissional.

"Acima de tudo, sou profissional. Estou em um grande clube também, que disputa todas competições. Tenho maior carinho e respeito por todo mundo, mas vamos jogar contra o Grêmio e vamos buscar o resultado que nos interessa", concluiu Renato, que poderá contar com o seu quarteto de ataque, formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

Apesar da maratona de jogos, o Flamengo quer se manter vivo nas três competições que disputa na temporada. Além das quartas de final na Copa do Brasil, o time está nas semifinais da Copa Libertadores e ocupa a quinta posição no Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.