Neco Varella/Efe
Neco Varella/Efe

Grêmio bate Junior Barranquilla e avança às oitavas na Libertadores

A equipe venceu por 2 a 0 e ainda tem mais um jogo a fazer na fase de grupos da competição

ELDER OGLIARI, Agência Estado

07 de abril de 2011 | 21h44

PORTO ALEGRE - O Grêmio garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores na noite desta quinta-feira, ao derrotar o Junior Barranquilla por 2 a 0, no Olímpico, faltando uma rodada para o fim da fase de grupos. Com gols de Lúcio e Borges, o time brasileiro encerrou a invencibilidade do rival, que exibia a melhor campanha da competição, até então com 100% de aproveitamento.

A equipe do técnico Renato Gaúcho chegou aos 10 pontos no Grupo 2 e não pode ser mais alcançada pelo León de Huánuco, com quatro, e pelo Oriente Petrolero, com três. O líder é o Junior, com 12. Na última rodada, os brasileiros vão duelar com o Oriente, na Bolívia, na próxima quinta, e podem terminar a fase na primeira colocação. O Junior jogará em casa contra o León de Huánuco.

Nesta quinta, o time brasileiro enfrentou um adversário atento na marcação, sobretudo à saída de bola com Fábio Rochemback, e disposto ao contra-ataque com os habilidosos Hernández e Bacca. No entanto, os anfitriões estavam numa noite inspirada. O lateral Bruno Collaço e os meias Douglas e Lúcio abriram espaços na defesa colombiana com progressões rápidas, dribles e inversões de jogadas.

Superior desde o início, o Grêmio chegou à vantagem aos 33 minutos, numa jogada em que Borges cruzou a bola para Lúcio, na esquerda, marcar. O Junior Barranquilla também teve boas chances. Por duas vezes, Bacca venceu o goleiro Victor, mas Rodolfo e Bruno Collaço, na cobertura, chegaram a tempo de impedir o gol.

Os donos da casa ampliaram aos 15 minutos do segundo tempo. Douglas cobrou escanteio e Borges tocou de leve na bola para a rede colombiana. O Grêmio poderia ter ampliado, mas as conclusões de Adilson, Bruno Collaço e Rodolfo foram defendidas pelo bom goleiro Viera. Victor, por sua vez, também brilhou em dois lances, uma bomba de Garcia e uma bicicleta de Hernandez.

O Grêmio volta a campo neste domingo para enfrentar o Santa Cruz, no interior, às 16 horas, em rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

GRUPO 6 - Jorge Wilstermann e Emelec empataram sem gols, na Bolívia, na noite desta quinta-feira, e mantiveram embolada a chave do Internacional. O time brasileiro lidera com 10 pontos, enquanto o Jaguares, algoz do Inter na quarta, soma 9. O Emelec chegou aos 8. O Jorge Wilstermann, já eliminado, conquistou seu primeiro ponto na tabela.

Grêmio - 2 - Victor; Gabriel, Rafael Marques, Rodolfo e Bruno Collaço; Fábio Rochemback (Vinícius Pacheco), Adílson, Lúcio (Fernando) e Douglas; Escudero (Diego Clementino) e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

Junior Barranquilla - 0 - Sebastián Viera; Sergio Otálvaro, Harold Macías (Amaya), Anselmo de Almeida e César Fawcet; Jaider Romero, Braynner García, Julián Barahona e Juan David Valencia; Giovanni Hernández (Víctor Cortés) e Carlos Bacca. Técnico: Héctor Quintabani.

Gols - Lúcio, aos 33 minutos do primeiro tempo. Borges, aos 15 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos - Borges, Fábio Rochemback, Adilson, Rodolfo (Grêmio); Macías, Otálvaro, Barahona (Junior). Cartão vermelho - Romero (Junior). Árbitro - Héctor Baldassi (Fifa-Argentina). Renda - R$ 705.906,50. Público - 28.798 pagantes (31.836 no total). Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresGrêmioJunior

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.