Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grêmio bate Juventude e avança para a final do Gaúcho

Geromel e Luan marcam e Tricolor aguarda adversário na decisão

Estadão Conteúdo

18 de abril de 2015 | 18h41

O Grêmio derrotou o Juventude por 2 a 1, neste sábado, atuando na sua arena, e garantiu vaga na final do Campeonato Gaúcho. Depois de vencer o adversário no jogo de ida por 1 a 0, o time tricolor poderia até empatar a partida que avançaria. Mas alcançou a vitória com gols de Geromel e Luan. Douglas descontou.

Agora, o time tricolor aguarda o vencedor do confronto entre Internacional e Brasil de Pelotas, que se enfrentam às 16 horas deste domingo, no Beira-Rio. No primeiro jogo houve empate em 1 a 1. O time colorado se classifica com um 0 a 0. O Brasil avança com empate a partir de 2 a 2 ou com uma vitória simples.

O Grêmio também espera o resultado da partida para saber se fará o segundo jogo da final em casa. Para isso, o Brasil de Pelotas precisa avançar ou o Inter se classificar com um empate. Se o arquirrival passar com vitória, a finalíssima será no Beira-Rio.

A equipe do técnico Felipão começou melhor a partida e se deu bem quando o zagueiro Pereira se machucou aos 22 minutos e obrigou o técnico Antonio Picoli alterar o esquema de três zagueiros. Aos 28, Giuliano recebeu na intermediária, se livrou de dois marcadores e deixou Luan na cara do gol. Ele dominou e tocou na saída do goleiro.

O Grêmio continuou melhor na partida e só não ampliou graças a duas boas defesas do goleiro Airton em chutes de Braian Rodriguez e Giuliano. O Juventude só conseguiu atacar no último minuto da etapa inicial. Mas foi certeiro. Após cruzamento, Douglas ganhou de Geromel e empatou de cabeça. Na etapa final, a partida ficou mais equilibrada. E o Grêmio conseguiu o gol da vitória após escanteio. Aos 30 minutos, Douglas cobrou e Geromel marcou de cabeça.

O primeiro jogo da decisão do Campeonato Gaúcho acontecerá no próximo dia 26. A volta está marcada para 3 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.