Grêmio chega ao Equador para duelo após longa viagem

Depois de uma longa viagem, que teve escalada em Manaus e foi iniciada no Rio, a delegação do Grêmio desembarcou na madrugada desta terça-feira em Guayaquil, onde o time enfrentará o Barcelona local, nesta quarta, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time partiu às 17h45 de segunda-feira da capital carioca e chegou apenas às 4 horas (de Brasília) desta terça na cidade equatoriana.

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2012 | 11h01

Após o desembarque no Aeroporto Internacional José Joaquin Olmedo, os jogadores foram até o hotel onde a equipe está concentrada visando o duelo desta quarta. O clube informou que a programação desta terça prevê um treino às 19 horas (no horário local e 21 horas de Brasília), quando o técnico Vanderlei Luxemburgo irá comandar os últimos preparativos para o confronto.

O trabalho será realizado no Estádio Banco Pichincha, local da partida desta quarta-feira, onde o Grêmio espera obter um bom resultado para atuar em uma situação mais confortável no duelo de volta, no próximo dia 24 de outubro, no Olímpico.

KLEBER LIBERADO - O atacante Kleber ganhou uma boa notícia durante o trajeto que a delegação do Grêmio traçou para chegar a Guayaquil. Quando o time fez escala em Manaus, na noite de segunda, ele foi avisado de que acabou sendo punido com apenas um jogo de suspensão, já cumprido, em julgamento realizado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O jogador corria o risco de pegar até 12 partidas de suspensão por causa de sua expulsão na partida contra o Palmeiras, realizada no dia 1.º de setembro. Na ocasião, ele recebeu o primeiro cartão amarelo aos 12 minutos de jogo, por reclamações com a arbitragem, e depois foi expulso já aos 16 após um choque com o zagueiro Henrique. Após o duelo, o árbitro Sandro Meira Ricci relatou na súmula que o atleta foi expulso "por utilizar a mão de maneira temerária contra o rosto de seu adversário na disputa da bola".

Além disso, Kleber ainda foi denunciado pela Procuradoria do STJD com base no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), acusado de "praticar agressão física durante a partida". Punido com apenas um jogo de suspensão, porém, ele festejou a vitória que conseguiu nos tribunais.

"Que boa notícia! Não queria ficar de fora nessa reta final da competição, sempre com jogos importantes. É bom estar à disposição para ajudar o time. Vamos com tudo na Sul-Americana e depois já voltamos para Porto Alegre com uma pedreira contra o Santos pelo Brasileirão", afirmou Kleber, em Manaus, se referindo ao confronto do próximo domingo, contra os santistas, às 18h30, no Olímpico, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.