Grêmio confirma interesse da Ucrânia por Douglas Costa

O presidente do Grêmio, Duda Kroeff, confirmou nesta quarta-feira que recebeu uma oferta do Shakhtar Donetsk pelo meia-atacante Douglas Costa. O dirigente, porém, se mostrou insatisfeito com o valor que teria sido proposto pelos ucranianos.

AE, Agencia Estado

06 de janeiro de 2010 | 20h45

"Tem um empresário que fala em nome do Shakhtar Donetsk, mas 5 milhões de euros é muito pouco", declarou Kroeff, que não pretende se desfazer do jogador, de apenas 19 anos. "Nós temos muita esperança que o Douglas vai nos dar uma resposta muito boa. Não gosto de vender jogador titular do Grêmio ou novo, ainda mais por um valor tão baixo", completou.

Kroeff também comentou a saída repentina do argentino Maxi López. "Gosto do Maxi como jogador e pessoa, os familiares não queriam morar em Porto Alegre e isso pode ter influenciado, ele foi buscar novos ares". O presidente, porém, evitou dar detalhes sobre as medidas jurídicas que o clube prometeu tomar por causa da decisão do jogador.

Em relação à temporada 2010, o dirigente disse que o Grêmio será um dos favoritos ao título da Copa do Brasil. "Prometo muito esforço, trabalho e foco para ganhar títulos. O que faz um time ganhar é o foco, a obsessão. O Grêmio é um concorrente a ganhar a Copa do Brasil, mas Santos, Atlético-MG e Palmeiras também são", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.