Grêmio consegue a primeira vitória fora de casa

Com gols de Souza e Jonas, equipe gaúcha supera o Náutico por 2 a 0 e se aproxima do G-4 do Brasileirão

Monica Bernardes, Agencia Estado

13 de setembro de 2009 | 20h56

O Grêmio derrotou o Náutico por 2 a 0, na noite deste domingo, no Estádio dos Aflitos, em Recife. Assim, o time gaúcho conseguiu somar a sua primeira vitória fora de casa nesta edição do Brasileirão, depois de ter somado três empates e oito derrotas como visitante.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com a inédita vitória fora de casa, o Grêmio chegou aos 36 pontos e subiu para o sexto lugar no Brasileirão. O Náutico, por sua vez, permanece com 25 pontos, mas conseguiu ficar de fora da zona de rebaixamento nesta 24.ª rodada: está na 16.ª colocação.

Dessa vez, para conseguir a esperada vitória como visitante, o Grêmio tratou de tentar definir o jogo logo no primeiro tempo. E deu certo. Com dois gols na etapa inicial, o time gaúcho soube segurar a pressão do Náutico no restante do tempo e teve sucesso em Recife.

O primeiro gol do Grêmio saiu aos 17 minutos, quando Tcheco cruzou e Souza acertou boa cabeçada. Depois, aos 27, o atacante Jonas aproveitou uma confusão na área para chutar e marcar - foi o 12º gol dele, empatando com Adriano, do Flamengo, na artilharia do campeonato.

No segundo tempo, o Grêmio voltou fechado na defesa, para tentar garantir o resultado conquistado na etapa inicial. O Náutico até que pressionou, mas, mesmo com um jogador a mais em campo - o atacante argentino Máxi López foi expulso -, não evitou a derrota.

NÁUTICO 0 X 2 GRÊMIO

Náutico - Glédson; Cláudio Luiz, Márcio e Asprilla; Patrick (Sidny), Michel, Rudnei (Kuki), Derley e Ailton; Carlinhos Bala e Acosta (Márcio Barros). Técnico: Geninho

Grêmio - Victor; Mário Fernandes, Réver, Rafael Marques e Bruno Collaço; Adilson, Fábio Rochemback, Tcheco e Souza; Jonas (Herrera) e Máxi López. Técnico: Paulo Autuori

Gols - Souza, aos 17, e Jonas, aos 27 minutos do primeiro tempo

Árbitro - Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)

Cartões amarelos - Bruno Collaço, Tcheco, Fábio Rochemback, Márcio e Asprilla

Cartão vermelho - Máxi López

Renda - R$ 94.770,00

Público - 16.473 pessoas

Local - Estádio dos Aflitos, em Recife

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.