Grêmio dá troco no Goiás, encerra jejum e respira

O Grêmio derrotou o Goiás por 2 a 0 neste domingo, no Olímpico, depois de uma série de dez jogos sem vitória. Graças aos três pontos conquistados em casa e aos resultados paralelos favoráveis, o time avançou da 18.ª para a 15.ª posição e saiu da zona de rebaixamento na classificação do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

15 de agosto de 2010 | 21h00

Veja também:

CAMPEONATO BRASILEIRO - tabela Classificação | lista Resultados

O Goiás tem 13 pontos, caiu da 17ª para a 19ª colocação e permanece entre os que cairiam para a Série B se a competição terminasse agora.

Para o Grêmio, a vitória também teve sabor de vingança para a equipe, já que na última quinta-feira, também em confronto no Olímpico, o time goiano bateu os gremistas pelo mesmo placar de 2 a 0 e eliminou os rivais da Copa Sul-Americana.

Além de tirar o clube gaúcho do sufoco no Brasileirão, o resultado reconciliou a torcida com o time e devolveu a confiança aos jogadores. Em seu segundo jogo no comando do time, o técnico Renato Gaúcho armou um bloqueio defensivo que impediu o Goiás de se aproximar da área de Victor. Além disso, conseguiu fazer alguns atletas contestados pela torcida voltarem aos seus melhores momentos, como Douglas, Neuton e Souza.

Douglas destacou-se pela armação de várias jogadas perigosas, inclusive o chute na trave que gerou o rebote para Willian Magrão abrir o placar, aos 33 minutos do primeiro tempo. A mesma dupla foi responsável pelo segundo gol, aos 18 minutos do segundo tempo, num lançamento do meia que encontrou o volante bem colocado para marcar, de cabeça.

"Fazia tempo que não jogávamos assim, marcando bem e chegando no ataque", avaliou Willian Magrão, ao final do jogo. "Essa vitória pode dar a tranquilidade que precisamos para o restante do campeonato."

GRÊMIO 2 x 0 GOIÁS

GRÊMIO - Victor; Ozéia, Rafael Marques e Neuton; Edilson (Borges), Ferdinando, Willian Magrão, Souza (Leandro), Douglas (Fernando) e Fabio Santos; Jonas. Técnico: Renato Gaúcho.

GOIÁS - Harlei, Wendel Santos, Valmir Lucas, Rafael Toloi e Júnior; Amaral, Jonílson, Wellington Monteiro (Romerito) e Bernardo (Felipe); Everton Santos (Otacílio Neto) e Pedrão. Técnico: Emerson Leão.

Gols: Willian Magrão, aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 18 minutos do segundo tempo; Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP); Cartões amarelos: Edilson, Leandro, Walmir Lucas, Rafael Tolói, Amaral e Bernardo; Público: 11.469 (10.318 pagantes); Renda: R$ 162.588,50; Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.