Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Grêmio defende vantagem em casa para avançar às semifinais da Libertadores

Jael e André se recuperam de lesões e podem ir para o jogo, mas devem ficar no banco de reservas; Maicon é desfalque

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

02 Outubro 2018 | 07h30

Atual campeão da Copa Libertadores, o Grêmio vai buscar nesta terça-feira, a partir das 21h45, sacramentar a já encaminhada classificação às semifinais. Afinal, entrará em campo, na sua arena, sob a vantagem de ter superado o Atlético Tucumán por 2 a 0, na Argentina, podendo perder por até um gol de diferença.

O cenário é favorável, mas ainda assim o Grêmio mantém a concentração, para evitar uma enorme surpresa. Assim, o técnico Renato Gaúcho fechou o último treinamento da equipe antes do decisivo confronto, não deu indicações da escalação e também poupou a maior parte dos titulares no triunfo por 1 a 0 sobre o Fluminense, sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Uma das exceções foi o atacante Everton, em grande fase e autor do único gol do duelo.

Será, aliás, confiando no jogador convocado por Tite para a seleção brasileira que Renato manterá a formação sem centroavantes para o duelo de volta com o Atlético Tucumán, como ocorreu no primeiro confronto. Assim, mesmo que Jael e André estejam recuperados de lesões, eles deverão ficar como opção no banco de reservas, com o time apostando novamente em um trio ofensivo de muita movimentação, completado por Luan e Alisson.

Assim, o Grêmio poderá contar com quase força máxima no confronto com o Atlético Tucumán, sendo uma exceção o volante e capitão Maicon, suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido na Argentina. E o principal candidato a assumir a sua vaga no meio-campo é Thaciano. Além disso, o lateral-direito Léo Moura retorna ao sistema defensivo após ser poupado no duelo de ida.

Com a experiência de quem foi campeão da Libertadores em 2017 com um elenco bem parecido ao que disputa o torneio neste ano, o Grêmio se lembra de dois sustos que levou na temporada passada, mesmo após abrir vantagem no mata-mata da Libertadores. Afinal, o time passou por Godoy Cruz, nas oitavas de final, e Barcelona de Guayaquil, nas semifinais, também tendo vencido como visitante, mas ficou em desvantagem nos duelos de volta no seu estádio, tendo inclusive perdido o confronto para o time equatoriano, ainda que tenha se classificado à etapa seguinte.

"Se a gente entrar dormindo, achar que já está ganho, teremos muitas complicações. Tentamos bater nesta tecla para estar muito focados. É um time muito interessante, inteligente, sabe como joga, está muito bem no Argentino, não está aí por acaso", alertou o zagueiro Pedro Geromel, que será o capitão gremista em função da ausência de Maicon.

Desde domingo em Porto Alegre, o Atlético Tucumán acredita em uma façanha, a classificação às semifinais, para a qual será necessária vencer por 3 a 0 ou por dois gols de diferença, desde que marcando ao menos três vezes. Sem atuar desde novembro por causa de uma lesão, o zagueiro Franco Sbuttoni foi relacionado pelo técnico Ricardo Zielinski e deve ficar como opção no banco de reservas. E o time também está descansado, pois o duelo com o San Lorenzo, pelo Campeonato Argentino, marcado para sábado, acabou sendo adiado em função da forte chuva.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.