Lucas Uebel/ Grêmio FBPA
Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

Grêmio derrota o Ceará e entra definitivamente na briga pelo título

Equipe tricolor fica a cinco pontos do novo líder, o Atlético-MG; Ceará volta a se preocupar com a zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2020 | 22h52

O Grêmio deu mais uma prova de que está atravessando um grande momento na temporada: recebeu o Ceará, na noite deste sábado (14), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu: 4 a 2! Dessa forma, se colocou na briga pelo título nacional.

Com o resultado, os donos da casa foram aos 33 pontos, na sexta colocação, cinco a menos do que o líder Atlético-MG. Os visitantes, por outro lado, aparecem no 13.º lugar, com 24 pontos, e estão focados em ir para a Copa Sul-Americana - o que acontece para aqueles que ficam entre o sétimo e o 12.º posto.

O JOGO - O Grêmio foi amplamente superior nos primeiros 45 minutos de partida. Tanto que, logo aos cinco, Jean Pyerre desperdiçou grande oportunidade dentro da área. Mas ele se recuperou pouco depois, aos 19, fazendo belo gol de falta. 

O placar ficou mais folgado aos 32, quando Luiz Fernando cruzou rasteiro para Pepê chegar cutucando para dentro. Aos 36, o Ceará conseguiu diminuir na primeira boa descida. Kelvyn arriscou da entrada da área e contou com desvio no meio do caminho para vencer Vanderlei. A diferença voltou a se esticar, porém, logo na sequência. Aos 39, Luiz Fernando puxou contra-ataque na base da individualidade e acionou Diego Souza, que, bem posicionado, teve só o trabalho de cutucar para o fundo das redes.

No segundo tempo, o Grêmio apenas administrou a vantagem. Claramente se poupando, o time gaúcho apertou o pé quando sentia que era necessário e chegou ao quarto gol aos 24 minutos. Churín recebeu belo cruzamento dentro da área e cabeceou para o fundo das redes. Cléber teve a chance de diminuir logo na sequência, após passe de Jacaré, mas errou a finalização.

No fim, o Ceará ainda conseguiu diminuir. Aos 45 minutos, após cobrança de escanteio, Tiago Pagnussat subiu mais alto do que a defesa para superar Vanderlei, mas já era tarde para uma reação.

As equipes voltam a campo na quarta-feira (18), pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Após perder por 3 a 0, o Ceará recebe o Palmeiras, às 19h, no Castelão, em Fortaleza (CE). Já o Grêmio, que venceu por 2 a 1, enfrenta o Cuiabá, às 16h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Pelo Brasileirão, vão a campo no domingo (22), pela 22.ª rodada. Às 16h, o Ceará recebe o Atlético-MG, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Às 20h30, o Grêmio visita o Corinthians, em São Paulo (SP), na Neo Química Arena.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 4 X 2 CEARÁ

GRÊMIO - Vanderlei; Victor Ferraz, Paulo Miranda (David Braz), Rodrigues e Diogo Barbosa; Darlan (Lucas Silva), Matheus Henrique (Thaciano) e Jean Pyerre; Luiz Fernando, Pepê (Everton) e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

CEARÁ - Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Ricardinho (Charles), Fabinho (Pedro Naressi), Fernando Sobral e Kelvyn (Wescley); Cléber (Felipe Vieu) e Mateus Gonçalves (Victor Jacaré). Técnico:Guto Ferreira.

GOLS - Jean Pyerre, aos 19, Pepê, aos 32, Kelvyn, aos 36 e Diego Souza, aos 39 minutos do primeiro tempo. Churín, aos 24, e Tiago, aos 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - José Mendonça da Silva Junior (PR)

CARTÕES AMARELOS - David Braz (Grêmio); Pedro Naressi e Victor Jacaré (Ceará)

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.